Configurando rastreamento de desinstalação do Android

A Singular oferece a opção de rastrear desinstalações de aplicativos, como outra forma de medir a qualidade do tráfego obtido por meio de suas campanhas de marketing. Essa capacidade está disponível no Singular Android SDK versão 7.x+ e sua ativação requer uma atualização do aplicativo.

Observações:

  • O rastreamento de desinstalação da Singular aproveita os serviços do Google, mas usa uma metodologia diferente da do Google. O Google informa as desinstalações diretamente do sistema operacional no dispositivo. Como resultado, os números informados pelo Google podem ser diferentes dos informados pela Singular.
  • As desinstalações são rastreadas como eventos na Singular e, como resultado, não removem o link de atribuição da fonte de instalação ou reengajamento de origem. Isso pode resultar em taxas de desinstalação superiores a 100%, uma vez que um usuário pode desinstalar um aplicativo várias vezes durante sua vida útil.

Instruções de configuração

Para configurar o rastreamento de desinstalação no Android:

  1. Integrar o Android SDK 7.x+: O rastreamento de desinstalação está disponível no Android SDK versão 7.x e superior. Para obter instruções sobre como atualizar seu SDK, consulte nosso guia de integração do Android SDK.
  2. Modifique o AndroidManifest.xml: Consulte os detalhes do guia de rastreamento de desinstalação do Android SDK.
  3. Adicione seu ID do remetente e a chave do servidor: A Singular requer um número de projeto do Google e uma chave de servidor para ativar o rastreamento de desinstalação. Para recuperar esses valores:
    • No Firebase, selecione Go to Console (Ir para o console ) e selecione o projeto.
    • Selecione o ícone de engrenagem e vá para Configurações do projeto > Cloud Messaging.

      Screen_Shot_2017-12-27_at_4.48.09_PM.png

    • Em sua conta Singular, vá para Configurações > Aplicativos, localize o aplicativo para o qual deseja rastrear desinstalações e selecione Editar.
    • Em Uninstall Tracking (Rastreamento de desinstalação), adicione o número do projeto (ID do remetente no Firebase) e a chave do servidor.

      Screen_Shot_2017-12-27_at_4.56.56_PM.png

  4. Configure o FCM em seu aplicativo da seguinte forma:

    1. No console do Firebase, crie um projeto do Firebase.
    2. No painel do projeto, selecione Adicionar Firebase ao seu aplicativo Android.
    3. Insira o ID do pacote do aplicativo Android.

      Screen_Shot_2017-12-27_at_4.55.41_PM.png

    4. Faça download do arquivo de configuração (google-services.json) e copie-o para o módulo do aplicativo do projeto Android.
    5. No arquivo build.gradle em nível de projeto (><project>/build.gradle>), adicione o seguinte:
      buildscript {
      dependencies {
      // Adicione esta linha ou a versão mais recente
      classpath 'com.google.gms:google-services:3.1.0'
      }
      }
    6. No arquivo build.gradle em nível de aplicativo (><project>/<app-module>/build.gradle>), adicione o seguinte:
      // Adicione ao final do arquivo
      apply plugin: 'com.google.gms.google-services'
    7. Sincronize o projeto.
    8. No código do Android, crie o seguinte serviço:
      public class FCMService extends FirebaseInstanceIdService {
      @Override
      public void onTokenRefresh() {
      super.onTokenRefresh();
      // agora teremos o token
      String token = FirebaseInstanceId.getInstance().getToken();
      }
      }
      O método onTokenRefresh obtém um token FCM que é necessário para enviar notificações.
    9. Adicione o serviço ao arquivo de manifesto do Android:
      <service android:name=".FCMService">
      <intent-filter>
      <action android:name="com.google.firebase.INSTANCE_ID_EVENT"/
      </intent-filter>
      </service>

O Singular agora rastreará as desinstalações dos usuários que tiverem a versão atualizada do seu aplicativo.

Teste da notificação

Você pode testar a notificação usando o console, fornecendo um token FCM:

Screen_Shot_2017-12-27_at_4.56.12_PM.png